Institucional

Por uma construção civil mais verde neste Dia Mundial do Meio Ambiente

Escrito por  Redação

05/06/2020 às 12:33

3 minutos

Compartilhe este artigo

 

SERAFINA PATRIANI a caminho da certificação Aqua de Sustentabilidade para ajudar na redução do impacto ambiental no setor

A construção civil está entre os setores mais importantes para o desenvolvimento econômico e social, porém, não se pode negar que o segmento gera muito entulho e resíduos, e que diariamente tem a tarefa de se tornar cada vez mais sustentável para contribuir com o meio ambiente. Neste Dia Mundial do Meio Ambiente, a grande lição de casa é aderir a maneiras que no dia a dia das obras impactem o menos possível em danos ambientais, como o desperdício de água e energia, provocando assim que haja o reaproveitamento de muitos materiais em benefícios da economia sustentável e proteção da natureza. A PATRIANI já abraçou essa responsabilidade ambiental. Somos a única construtora do Brasil que constrói um apartamento modelo dois anos antes das chaves, igual ao que será entregue. A ideia permite que nossos clientes vejam em tamanho real como será seu apartamento e customizem seus imóveis durante a obra.

Com isso, há uma grande redução de entulho, pois evita o quebra-quebra depois da entrega. A futura sede da PATRIANI, o SERAFINA PATRIANI, que é construído no Bairro Jardim, em Santo André, desde que começou a ser concebido, segue uma série de protocolos em defesa do verde e está no caminho para tirar a certificação AQUA de Sustentabilidade.

Confira o que o SERAFINA tem e que pode contribuir para o Meio Ambiente:
- Lavagem das rodas dos caminhões com água de reuso, evitando sujeira na rua e na calçada.

- Captação e aproveitamento de água da chuva no canteiro e lavatórios, reduzindo o consumo de água potável.

- Aproveitamento de iluminação natural através das lâmpadas de garrafa PET nos vestiários e refeitório do canteiro, reduzindo o consumo de energia.

- Realização de ensaios de Ringelmann que consiste no controle do nível de fumaça dos caminhões e equipamentos movidos a combustível, de modo a limitar a poluição do ar.

- Realização de ensaios de Imhoff de monitoramento da quantidade de sujeiras descartadas na rede de drenagem, evitando o entupimento do sistema.

- Armazenamento adequado de produtos químicos em depósitos, para contenção de vazamentos, evitando riscos de poluição da água e do solo.

- Reaproveitamento de madeira proveniente de outras obras para execução de formas para fundação e estrutura, minimizando a exploração de madeira. Triagem e armazenamento dos resíduos, de modo a destiná-los para locais usinas de reciclagem e reaproveitamento, minimizando a quantidade de resíduos que são enviados para os aterros sanitários.

- Comunicação visual no tapume da obra sobre as ações, para estabelecer uma política da boa vizinhança e quadro de aviso no refeitório, conscientizando os colaboradores.

- Uso de desmoldantes à base de óleo vegetal em vez de mineral, minimizando a exploração de recursos não renováveis.


Utilizamos cookies para personalizar o conteúdo e analisar o nosso tráfego.
Decida se você deseja aceitar cookies do nosso site.